27 de fev de 2013

Filme - Novelização x Adaptação

Hey!

Quando pensamos em adaptações, a primeira coisa que vem em mente são os roteiros adaptados de livros, como por exemplo Crepúsculo, Harry Potter, Jogos Vorazes... São muitos os filmes que podem ser listados aqui.

Mas, o cérebro do roteirista nem sempre está de acordo com o do autor do livro, ou até mesmo é preciso adaptar uma cena ou cortá-la de vez do roteiro porque ela não ficaria boa o suficiente se fosse filmada - um bom exemplo são as cenas que acontecem apenas na mente do personagem.


É impossível que alguém nunca tenha ouvido falar de pelo menos uma dessas 3 adaptações. Saga Crepúsculo, Jogos Vorazes e Harry Potter realmente vieram para mostrar como adaptações de livros para o cinema devem ser feitas.
Duas dessas franquias acabaram há pouco tempo. A Saga Crepúsculo terminou em 2012 e Harry Potter, em 2011, mas ambas marcaram época.
Deixando de lado a - infantilidade - rivalidade entre os fandom, ambas tiveram suas adaptações para as telonas muito bem escritas, com o roteiro adaptado da melhor forma possível, cortando o desnecessário e acrescentando o que só veio a trazer mais dinâmica visual ao filme.
Já Jogos Vorazes - resenha do primeiro livro - acabou de iniciar o processo de divulgação do segundo filme, que será lançado esse ano - Os filmes mais esperados de 2013 - então temos mais 3 filmes pela frente, já que o último livro da trilogia será divido em parte 1 e 2. O primeiro filme foi uma adaptação muito bem feita, com elenco selecionado a dedo e ótimos efeitos especiais, principalmente em se tratando da arena.


Quando eu penso em adaptações que deram extremamente errado, o primeiro filme que me vem a cabeça é Percy Jackson. Com o roteiro completa e totalmente sem nexo com o livro já é de se esperar que tenha desagradado à praticamente todos os fãs da série - me incluo nessa conta. Com a adaptação do segundo livro, Percy Jackson e o Mar de Monstros, sendo adiada cada vez que a data se aproxima não sabemos o que esperar... Mas pelo menos pintaram o cabelo da Annabeth de loiro, o que já é alguma coisa. Mesmo assim, o desaparecimento de personagens que não são tão essenciais no primeiro, mas fazem toda a diferença no segundo será um grande problema a ser enfrentado pelos roteiristas.
Já A Bússola de Ouro é o clássico exemplo de pé-na-jaca das adaptações - pelo menos é o que dizem. Não assisti o filme e não livro o livro - ainda, mas dá para ver que não deu lá muito certo porque não teve continuação e pela própria bilheteria x orçamento - foi investido mais de 180 milhões de dólares e quase não deu para cobrir nem o orçamento. 
Dezesseis Luas está fadado a entrar para essa lista também. Infelizmente, de acordo com notícias divulgadas em sites internacionais, a adaptação não foi lá das mais bem feitas e o filme vai fazer 15 dias no cinema dia 27 e não fez nem para cobrir o orçamento, então - muito provavelmente - não terá continuação, o que é uma pena, porque a série é ótima - resenha de Dezesseis Luas
P.S.: O Gui Cepeda, do Burn Book fez uma resenha do filme, e só pelo que ele escreveu dá para ver que não se pode esperar muito.


Só pelos comentários pela blogosfera você sabe quando um filme/livro é bom ou não. Claro, cada um tem sua opinião, mas quando se trata de uma opinião mais ou menos parecida entre a maior parte de nós, o livro se consagra ou não. E nesse momento podemos incluir algumas novelizações.
Esse tipo de livro é uma espécie de adaptação do roteiro usado para gravar o livro, uma adaptação ao contrário. Dentre as muitas que existem hoje no mercado literário podemos citar: A Garota da Capa Vermelha, Resident Evil - Retribuição e Branca de Neve e Caçador. 
A começar pelo que conta a história da nossa querida Chapeuzinho Vermelho: o livro não tem o último capítulo. Como assim? Simples! Você é praticamente obrigado a assistir o filme para saber o que acontece no final. Lindo, né?
Já Branca de Neve e o Caçador é um belo livro - graficamente falando - e a história é até bonitinha, mas é isso. Sem profundidade de personagens, sem o que realmente conta em um livro. 
Resident Evil - Retribuição já começou errado pelo fato de ser a novelização do 5 filme. Anyway, não posso dar uma informação muito concreta sobre, mas aparentemente é um exemplo de adaptação bem escrita. Divide opiniões, mas entre os fãs da franquia de filmes, é elogiado.


25 de fev de 2013

Resenha - Samantha Sweet, Executiva do Lar

Samantha Sweet, Executiva do Lar

Sophie Kinsella


Editora: Record
Ano de Publicação: 2005
ISBN: 9788501076748
N° de páginas: 510
Tradutor: Alves Calado
Comprar: Terra do Saber

Sinopse:
Samantha Sweet é uma advogada poderosa em Londres. Trabalha dia e noite, não tem vida social e só se preocupa em ser aceita como a nova sócia do escritório. Ela está acostumada a trabalhar sob pressão, sentindo a adrenalina correr pelas veias. Até que um dia... comete uma grande mancada. Um erro tão gigantesco que pode destruir sua carreira. 
Samantha desmorona, foge do escritório, entra no primeiro trem que vê e vai parar no meio do nada. Ao pedir informação em uma linda mansão, é confundida com uma candidata a doméstica e lhe oferecem o emprego. Os patrões não fazem idéia de que contrataram uma advogada formada em Cambridge, com QI de 158, e que não tem a menor noção de como ligar um forno! 
O caos se instala quando Samantha luta com a máquina de lavar... a tábua de passar roupa... e tenta fazer cordon bleu para o jantar... Mas talvez não seja tão incapaz como doméstica quanto imagina. Talvez, com alguma ajuda, ela possa até fingir. Será que seus patrões descobrirão que sua empregada é de fato uma advogada de alto nível? Será que a antiga vida de Samantha irá alcançá-la? E, mesmo se isso acontecer, será que ela vai querer de volta? 
A história de uma mulher que precisa diminuir o ritmo. Encontrar-se. Apaixonar-se. E descobrir para que serve um ferro de passar..

Sabe quando você ainda não leu um autor/livro e se sente excluído da sociedade por isso? Me sentia exatamente assim antes de ler Samantha Sweet. Qualquer blogueiro - principalmente as blogueiras - já leram algum livro da Sophie Kinsella ou já assistiram o filme Os Delírios de Consumo de Becky Bloom - eu já assisti e é super engraçado. Então, assim que terminei de ler esse livro, já sabia o motivo de toda a sua popularidade no meio literário.

Claro, por ser um chick-lit existe toda aquela história de ser um livro previsível. E como já poderia se esperar, esse não foge à regra: já sabia todo o final quando cheguei na página 150 mais ou menos. Além disso, não é o tipo de livro que os homens gostariam. É muito gracinha, e eles provavelmente achariam meloso demais. Então, se você for um homem, leia por sua conta e risco, ok?

Se levarmos em consideração apenas o desenvolvimento da trama em si, Samantha Sweet seria um livro 5 estrelas com honra ao mérito. A autora consegue prender o leitor entre todas as trapalhadas e mentiras das protagonista, nos fazendo dar boas gargalhadas com as pérolas da ex-advogada.

"- Acho que você usava um modelo diferente - acrescenta com sabedoria enquanto ela se trava de novo. - Cada uma tem seus truquezinhos.
- Sem dúvida! - digo agarrando-me com alívio a essa desculpa. - Claro! Estou muito mais acostumada a trabalhar com uma... uma... Nimbus 2000.
Trish me olha, surpresa.
- Essa não é a vassoura do Harry Potter?"
Página 179.

A personagem principal, Samantha, nada mais é do que uma workaholic em negação. Ela trabalha demais, ou melhor vive em função do emprego. Sempre tem pilhas de contratos para analisar, documentos para concluir de última hora, e como se já não bastasse, tem a mesa mais desorganizada de toda a empresa. Desse de que tem 13 anos, não pensa em mais nada que não seja em como será bem sucedida quando for promovida à sócia da Carter Spink. Essa é a meta de vida dela.

Porém, tudo muda no mesmo dia que deveria ser o melhor de sua vida. Enquanto espera pelo anúncio de sua promoção, resolve organizar sua mesa, e eis que encontra um documento que está um "pouquinho" atrasado - leia-se duas semanas. Traduzindo: a empresa contratante e Samantha foram para o brejo - por falta de expressão melhor. Lá se foi a tão desejada promoção... Lá se foram 9 anos dedicado à Carter Spink.

Em um surto psicótico, ela sai caminhando pela rua - não sei como não morre atropelada - e por alguma obra do destino, acaba chegando à casa dos Geigers, que por algum motivo desconhecido, resolvem receber uma completa estranha, que está claramente caindo de bêbada e contratá-la como emprega, sem nem mesmo darem uma olhada em seu currículo. Deveras genioso da parte deles, não?

E de um dia para o outro, a ex-futura-sócia de uma das maiores empresas de advocacia de Londres se vê obrigada a lavar, passar, limpar e cozinhar. Não seria problema, certo? Se você levar em consideração que ela não sabe nem fazer um miojo, - até eu sei fazer um miojo - então a resposta é sim, é um grande problema.

A partir desse momento, Samantha, tem toda uma vida nova pela frente. Ela pode escolher: volta para Londres, dá uma de adulta e encara seus erros de frente, ou se esconde na casa de desconhecidos sem um único par de meias... Adivinha qual opção ela escolhe? É, pois é! Bem sensato da parte dela também. 

Anyway, se claro, você desconsiderar as atitudes infantis e nem um pouco inteligentes de alguém que é formada em Cambrigde e que tem um QI de 158, a história pode ser um excelente passatempo. Exatamente por ser um chick-lit, não é algo profundo que te faz pensar sobre o seu lugar no universo nem nada, mas é bem engraçado e fofinho - livro de mulherzinha mesmo.

Os personagens são bem elaborados, por mais nonsense que sejam. Cada um ao seu modo, nos conquista. Claro, eu não quero uma patroa como a Trish Geiger, mas ela tão ingênua que chega a ser engraçada. E o Nathaniel - ou Nath e por isso esse livro entra no Desafio Realmente Desafiante, no item 17, mas caso não valha, tenho outra resenha em mente - é o jardineiro mais gracinha que existe. ♥

Como eu disse pelo menos umas duas vezes anteriormente, Samantha Sweet, Executiva do Lar tem sim o final previsível. Dá para saber tudo que acontece a partir da parte em que ela sai de Londres. O que está por trás de tudo, você fica sabendo realmente só quase no final. Mas mesmo não precisando ser nenhuma Mãe Diná para saber o desfecho, é válida a leitura se você gostar desse tipo de livro. 

e meio.


24 de fev de 2013

Novo layout

Hey!

Como vocês podem ver, o layout do blog mudou de novo!
Dessa vez ele é bem simples e provisório também. Estou esperando as encomendas voltarem para que eu possa fazer o pedido do layout personalizado. \o/

Anyway, mudei também a página do Facebook. Não o nome, mas a capa e o ícone. Espero que gostem! :)

Ainda não sei como vou fazer com a coluna Divagando, provavelmente fique sem banner até que o novo layout fique pronto. Sei também que prometi mudanças a respeito dos posts sobre lançamentos, mas ainda preciso elaborar melhor - com uma enquete para saber a opinião de vocês. 

Então, por enquanto é isso. Espero que gostem do novo layout. :)

P.S.: Estou com problemas com a barra de menus, então por enquanto ela fica no canto direito do blog, só até que eu consiga resolver. Qualquer bug/problema me avisem por comentários, tweet ou Facebook. 


21 de fev de 2013

Lançamentos #52

Hey!

Atrasada mais aqui. Ainda não tenho previsão de quando o layout novo será encomendado - mas provavelmente quando as encomendas da pessoa que fará, voltarem ao normal.

Anyway, aqui vão os novos - e bem poucos por sinal - lançamentos:


  • Editora Seguinte:
O Cavaleiro Fantasma
Cornelia Funke

Sinopse: Jon Whitcroft, com onze anos, nunca esperou gostar do internato. Então, novamente, ele nunca esperou enfrentar um bando de fantasmas vingativos também. E logo ele conhece Ella, uma peculiar nova amiga com gosto pela aventura… Juntos, Jon e Ella devem trabalhar para descobrir o segredo de um antigo assassinato enquanto é assombrado por fantasmas, seus rostos marcados pela vingança. Então, quando Jon convoca o fantasma do cavaleiro Longspee para sua proteção, há somente uma questão: pode ser Longspee confiável? 





Destino Sombrio
Luís Dill

Sinopse: Passado, presente e futuro estão eternamente atados pelos laços da consequência. Não só o presente já foi passado e um dia será futuro, como o que fizemos em um deles implica necessariamente nos outros dois. Gildo, o protagonista desta história, que o diga. No presente, ele dirige misteriosamente por uma estrada. No passado, há uma história de amor que não deu certo. No futuro, chegará a seu destino e reencontrará o irmão, que acabou de ter um filho e não espera por essa visita. Mas por que tanta agonia? O que ele esconde? De que ou de quem ele foge? Por quê? 




  • Editora Paralela:
Corpo de Delito
Patricia Cornwell

Spoiler Alert!

Sinopse: Cary Harper é um escritor famoso. Logo após o cruel assassinato de sua filha adotiva, ele próprio é assassinado. A irmã de Harper morre em circunstâncias igualmente misteriosas. Quem cometeu os crimes? Por que os cometeu? Essas são as perguntas que levam a médica-legista Kay Scarpetta a seguir as poucas pistas deixadas pelo criminoso. Além das provas que consegue colher nos corpos levados ao necrotério, sai a campo com o chefe de polícia Pete Marino e com o agente do FBI Benton Wesley na tentativa de solucionar o caso. As mais variadas hipóteses vão sendo sucessivamente abandonadas. Nada parece dar conta de todas as circunstâncias. Um dia, porém, a dra. Scarpetta recebe a visita de um desequilibrado mental que afirma ser capaz de enxergar a alma de um criminoso.

A Menina que Fazia Nevar
Grace McCleen

Sinopse: Todos os dias se parecem na vida que Judith McPherson leva ao lado do pai. Eles têm uma rotina simples e reclusa, numa casa repleta de lembranças da mãe que ela nunca conheceu, e as únicas pessoas com quem convivem são os fiéis da igreja cristã a que pertencem. Judith não tem amigos na escola, onde é alvo de gozações, e para encontrar consolo se refugia no mundo de sucata que construiu em seu quarto. Lá, cada dia é um dia, e a vida pode ser incrivelmente feliz graças a sua imaginação. Basta acreditar que a Terra Gloriosa, como ela chama sua maquete, é realmente o paraíso prometido onde um dia vai viver ao lado da mãe. Aos dez anos, Judith vê o mundo com os olhos da fé, e onde os outros veem mero lixo, ela identifica sinais divinos e uma possibilidade de criar. Assim, constrói bonecos de pano e inventa para eles histórias felizes na Terra Gloriosa. O que nem Judith poderia imaginar é que talvez seu brinquedo seja mais do que uma simples maquete. Pelo menos é o que parece quando ela cobre a Terra Gloriosa de espuma de barbear e a cidade aparece coberta de neve na manhã seguinte. Um pequeno milagre, é assim que ela interpreta esse e outros sinais parecidos. Tão pequeno que muitas pessoas poderiam pensar que não passa de coincidência, mas Judith sabe que milagres nem sempre são grandes, e que reconhecê-los é um dom de poucas pessoas. Longe de ser benéfico, no entanto, esse poder traz consigo uma grande responsabilidade. Afinal, seria certo usar a Terra Gloriosa para se vingar de Neil Lewis, o colega que a maltrata todos os dias na escola? 

  • Editora Benvirá:
Sem Proteção
Neil Gordon

Sinopse: Aos dezessete anos, Isabel Montgomery recebe um e-mail de seu pai, Jim Grant, de quem não tinha notícias desde que ele a abandonara em um hotel dez anos antes. Mas o que o teria levado a procurá-la? O que o faz acreditar que ela poderia ajudá-lo? Aos poucos, com as mensagens que a jovem recebe, os segredos sobre o passado de sua família lhe são revelados.
Na verdade, Jim Grant, advogado de direitos civis, vive sob uma identidade falsa desde 1974, quando foi acusado de assassinato durante o assalto a um banco. Foragido da polícia, ele é encontrado por acaso – ou descuido – por um jornalista. Seu verdadeiro nome é então revelado, dando início a uma dupla caçada: Grant precisa reunir provas de sua inocência, ao mesmo tempo que tem de escapar do cerco policial.
Em uma extraordinária mistura de ficção com realidade, Sem proteção recria a vida de veteranos da guerra urbana com suas cicatrizes físicas e psicológicas. Expõem-se o custo emocional, a motivação e as consequências de uma revolução. Sem proteção é um romance sobre sacrifício, senso de justiça da juventude e tensão entre ideais políticos e lealdade familiar, levado ao cinema pelo diretor e ator Robert Redford.

  • Editora Subtítulo:
Só por uma noite
Mônica e Monique Sperandio

Sinopse: Uma noite. Quatro amigas. Muitos segredos. Uma lista. - Ir para um cemitério no meio da noite (confere) - Mudar completamente o visual (confere) - Descobrir um terrível segredo sobre suas amigas (confere) - Confessar que está apaixonada pelo seu melhor amigo (confere?) Samanta Calliari tem vivido com medo durante a sua vida toda. Por causa disso, ela tem se privado de viver intensamente. Uma prova dessas privações é a paixão secreta que Sam tem pelo seu melhor amigo, Gustavo. Só que ela não está sozinha nessa. Suas três melhores amigas, Nat, Marina e Daphne, também sentem medo. Elas irão acompanhar Samanta na noite mais reveladora de suas vidas, onde enfrentarão seus maiores medos, devido a uma lista de desafios deixada para elas cumprirem. Então o que, possivelmente, poderia dar errado na tão esperada noite das quatro amigas? Quase tudo, é claro. Declarações de amor frustradas, verdades engasgadas e loucuras em cada item da lista as aguardam nessa noite. Para sobreviver a lista de desafios e para revelar a verdade para suas amigas, Samanta vai precisar de toda a sua coragem. Mas como ela irá fazer isso se toda vez que é corajosa algo a sua volta desmorona?

  • Editora Universo dos Livros:
Fallen Angels #3 - Inveja
J. R. Ward

Spoiler Alert!

Sinopse: Thomas DelVecchio Jr. é um detetive assombrado pelos fantasmas de seu passado. Filho de um serial killer famoso, ele luta para se libertar da terrível herança deixada pelo pai e de todo o mal que o circunda desde a infância. Mas o detetive não está convicto de que é realmente uma boa pessoa, e descobre-se envolvido em uma cruel tentativa de assassinato, da qual se torna o principal suspeito. É nesse momento que surge em seu caminho Sophia Reilly, a bela oficial do Departamento de Assuntos Internos da polícia, encarregada de supervisioná- lo e investigar o seu envolvimento no caso. Rapidamente, essa relação ultrapassa os limites profissionais e atinge um nível incontrolável de desejo e paixão. Em sua terceira missão, o anjo Jim Heron deverá ajudar DelVecchio e Reilly a encontrarem o caminho da verdade e a expurgarem todo o mal que os têm perturbado. Mas as armas de sua oponente, o demônio Devina, estão cada vez mais cruéis... 

  • Editora Intrínseca:
A Hospedeira
Stephenie Meyer

Sinopse: Nosso planeta foi dominado por um inimigo que não pode ser detectado. Os humanos se tornaram hospedeiros dos invasores: suas mentes são extraídas, enquanto seus corpos permanecem intactos e prosseguem suas vidas aparentemente sem alteração. A maior parte da humanidade sucumbiu a tal processo. Quando Melanie, um dos humanos "selvagens" que ainda restam, é capturada, ela tem certeza de que será seu fim. Peregrina, a "alma" invasora designada para o corpo de Melanie, foi alertada sobre os desafios de viver dentro de um ser humano: as emoções irresistíveis, o excesso de sensações, a persistência das lembranças e das memórias vívidas. Mas há uma dificuldade que Peregrina não esperava: a antiga ocupante de seu corpo se recusa a desistir da posse de sua mente. Peregrina investiga os pensamentos de Melanie com o objetivo de descobrir o paradeiro dos remanescentes da resistência humana. Entretanto, Melanie ocupa a mente de sua invasora com visões do homem que ama: Jared, que continua a viver escondido. Incapaz de se separar dos desejos de seu corpo, Peregrina começa a se sentir intensamente atraída por alguém a quem foi submetida por uma espécie de exposição forçada. Quando os acontecimentos fazem de Melanie e Peregrina improváveis aliadas, elas partem em uma busca incerta e perigosa do homem que ambas amam.



18 de fev de 2013

Resenha - Dezesseis Luas

Dezesseis Luas

Margareth Stohl e Kami Garcia

Editora: Galera Record
Ano de Publicação: 2011
ISBN: 9788501086914
N° de páginas: 448
Tradutor: Regiane Winarski
Comprar: Saraiva/Travessa

Sinopse:
Ethan é um garoto normal de uma pequena cidade do sul dos Estados Unidos e totalmente atormentado por sonhos, ou melhor, pesadelos com uma garota que ele nunca conheceu. Até que ela aparece... Lena Duchannes é uma adolescente que luta para esconder seus poderes e uma maldição que assombra sua família há gerações. Mais que um romance entre eles, há um segredo decisivo que pode vir à tona. Eleito pelo Amazon um dos melhores livros de ficção de 2009. Direitos de tradução vendidos para 24 países. Um filme da série está sendo produzido. "Pacote completo: um cenário assustador, uma maldição fatal, reencarnação, feitiços, bruxaria, vudu e personagens que simplesmente prenderão o leitor até o fim..."
Quando Dezesseis Luas foi lançado, há quase 2 anos, foi uma empolgação geral. Todos queriam ler, e eu me incluo nessa conta. Finalmente consegui comprá-lo, ano passado, mas tinha algumas prioridades e Dezesseis Luas acabou ficando de lado.

Com essa semana de carnaval - fiquei mais de uma semana sem aula - tive tempo para ler alguns livros que já estavam na "estante" há algum tempo e finalmente decidi dar uma chance para esse livro. Ao chegar na última página, já tinha em mente a palavra para defini-lo: Diferente.

A "mitologia" criada pelas duas autoras é algo pouco explorado. Bruxos, anjos e vampiros são encontrados a todo momento nos lançamentos. Em um primeiro momento é possível pensar que, Dezesseis Luas, seja apenas mais um na interminável lista, mas para minha surpresa não é. As autoras souberam escolher bem o tema central: conjuradores.

Tudo começa com a chegada da misteriosa Lena. A cidade de Gatlin não aceita muito bem qualquer tipo novo habitante, e para completar, a garota é sobrinha do homem mais recluso de toda a cidade: Macon Ravenwood. Só isso basta para que Lena seja chamada de esquisita.

"Lá estava ela. Lena Duchannes. A garota nova, que ainda seria chamada assim cinquenta anos mais tarde (isso se não fosse chamada de sobrinha do Velho Ravenwood), entregando uma folha cor-de-rosa de transferência para a Sr. English [...]."
Página 36.
Antes mesmo de vê-la, Ethan já tinha ouvido as coisas mais diversas sobre Lena; desde elogios a sua beleza até críticas sobre seu tio. Ele estava bastante ansioso para finalmente conhecê-la, o que aconteceu na aula de inglês. O que ambos não sabiam é que não seria uma aula normal. Aparentemente por motivo algum, uma janela se quebrou na sala. Só aparentemente.

A partir desse momento, Ethan e Lena se aproximam de uma forma surpreendente - e bem fofa também. Cada um deles tem suas particularidades, mas ambos se dão muito bem. A única coisa que abala o relacionamento dos personagens principais é também o tema central do livro: Quando Lena completar 16 anos uma espécie de maldição - que é melhor explicada ao longo do livro - cairá sobre ela, e Lena será escolhida para as Trevas ou para a Luz.

"Dezesseis luas, dezesseis anos
Dezesseis dos seus mais profundos medos
Dezesseis vezes você sonhou com minhas lágrimas
Caindo, caindo ao longo dos anos..."

Página 13.
Posso dizer que gostei bastante do livro. Margareth e Kami souberam equilibrar a escrita em conjunto e é imperceptível quem escreveu o quê, fazendo a narrativa ser fluída e agradável. A única coisa que me impede de dar nota máxima para Dezesseis Luas é o final. Ele foi bem escolhido, mas é bastante turbulento e senti que faltou algo ali ou talvez, um dos acontecimentos seja desnecessário.

Os personagens são cativantes, desde Ethan o personagens principal que também é narrador, passando por Macon Ravenwood, que sem sombra de dúvida é o meu personagem favorito do livro chegando a Boo Radley o cachorro/lobo de Macon que persegue Lena por toda a cidade. Até mesmo a casa de Macon é simplesmente cativante - basta ler para descobrir do que estou falando. Além disso existem, como sempre, os personagens que não gostamos, como por exemplo, as senhoras da FRA - Filhas da Revolução Americana. Elas são muito preconceituosas e o resto das pessoas apenas as acompanha.

"- Pensei que podíamos conversar com ele.
Atrás de nós, ouvi alguém limpando a garganta. Olhei e vi o cachorro de Macon Ravenwood, e atrás dele, o próprio Macon Ravenwood. Tentei não parecer surpreso, mas tenho certeza de que me entreguei quando quase dei um pulo.
-Bem, isso é algo que não ouço com frequência. E odeio desapontar, pois não sou nada além de um cavalheiro sulista. - Ele falava com um sotaque sulista controlado, mas com perfeita pronúncia. - É um prazer finalmente conhecê-lo, Sr. Wate."
Página 110.
Para quem gosta de mistério e romance, com uma pitada de vudu e conjuros, Dezesseis Luas é um prato cheio.




17 de fev de 2013

Desafio realmente desafiante 2013



Hey!

Esse post já deveria ter ido ao ar há algum tempo, mas com a correria de início de ano, acabei me esquecendo. :x

De qualquer forma, cá estou eu me desafiando a ler meus livros enterrados no fundo da "estante". Além desse desafio, eu selecionei 12 livros para ler esse ano, então, meio que são dois desafios. Tomara que eu consiga! \o/

O "Desafio Realmente Desafiante - 2013" foi criado pela Clícia do blog Silêncio que eu tô lendo, e está aberto a todos. E aqui vão as regras:

- Ler somente livros que tenham sido comprados/ganhados de 2012 para trás. Você não poder ler NADA que tenha ganho ou comprado em 2013!!
Eu vou colocar 18 desafios, deles 12 devem ser cumpridos no mínimo  Porém você pode escolher o mês que vai realiza-los! O importante é cumprir 12 desafios. Você pode fazer um por mês, mas se quiser também pode fazer mais rápido e terminar o desafio antes do tempo! Ou fazer mágica e fazer os 18! XD
Atenção: um livro para cada desafio, ok?
Vamos lá?
1. Ler um livro que você ganhou, não gostou muito e ficou na prateleira.
2. Ligar para um amigo, ou mandar uma mensagem no face, e pedir uma indicação de livro! Se você não tiver o livro, NÃO VALE COMPRAR, peça emprestado.
3. Ler um livro com um doce na capa.
4. Ler um livro com um casal apaixonado na capa.
5. Ler um livro que o autor tenha a mesma inicial que a sua.
6. Peça para alguém olhar na sua estante e escolher um livro a muito esquecido.
7. Ler um livro que é citado em outro livro. (Por exemplo: A Bella em crepúsculo cita "O morro dos Ventos Uivantes"
8. Ler um livro que foi lançado no ano do seu nascimento. (Estou repetindo porque quero tentar de novo!)
9. Ler um livro cujo título tenha mais de 5 palavras.
10. Ler um livro que tenha entre 300 e 350 páginas.
11. Ler um livro nacional.
12. Ler um livro que você ganhou de presente de aniversário.
13. Ler um livro com a capa entre bege e marrom. Resenha - Yume.
14. Ler um livro de zumbis.
15. Ler um livro com a capa feia. ( E explicar o porque não gosta da capa!)
16. Re-ler e resenhar um livro que leu a muito tempo e nunca resenhou!
17. Ler um livro que tenha um personagem com o seu nome ou que tenha o mesmo apelido que você. Resenha - Samantha Sweet, Executiva do Lar.
18. Ler um livro com a capa com letras amarelas.
----------------------------------------------------- 

Como estou postando agora, nenhum dos livros que eu resenhei antes vai entrar nessa conta. Então, o desafio a contar a partir da resenha de amanhã.

Espero que gostem de acompanhar meu desempenho e que se animem a participar também. :)


15 de fev de 2013

Divagando #7 - 5 coisas que eu amo


Hey!

Lembram do post da promoção de 2 anos do blog - participe aqui - no qual eu falei que fazer um post sobre coisas que eu amo seria uma boa ideia? Então... Cá estou eu para falar sobre 5 coisas que eu amo e simplesmente não consigo ficar sem:


  • Meu iPad:

Provavelmente, se você acompanha o blog há pelo menos seis meses sabe que fiz 15 anos e como presente, em troca da festa eu ganhei um tablet. E o escolhido foi o gadget da Apple. Na época eu não me importava muito em ter um ou não, só queria ganhar um. Mas hoje, não consigo viver mais sem ele. Faço tudo: estudo, atualizo as redes sociais, escrevo - ou pelo menos tento - alguns textos, enfim... Não vivo mais sem ele. *-*

  • Minhas músicas:



Há alguns anos - mais ou menos uns 5 ou 6 anos - eu não dava muito importância para músicas. #shameonme Mas hoje é o tipo de coisa sem a qual eu não consigo viver sem. Se estou triste, escuto músicas. Se estou feliz, também. Enfim, a música está presente em praticamente todos os meus dias. Mesmo a minha voz sendo de taquara rachada... o.O

  • Meus livros:

Aposto que pensaram que eu tinha me esquecido dos livros, não é verdade? Não, eu não me esqueci das coisinhas mais importantes - ou algumas das mais importantes - da minha vida. Sem os livros eu não me sinto eu mesma. É estranho, mas é assim. <33

  • Meu blog:

Há quase dois anos o blog surgia... E desde então, entre altos e baixos, o blog é uma das 5 coisas sem as quais eu não consigo viver. Cada post é especial. Cada seguidor é uma conquista. Cada comentário é um pedacinho de amor que vem de vocês diretamente para mim. <333

  • Foooooood:

Eu bem que poderia ser romântica citar aqui uma xícara de chá ou café. Mas o que eu posso fazer se estou muito mais para Doritos e Coca-Cola? Claro, Nutella e Pizza também conta. Mas sério, não existe coisa melhor do que essas comidas bem saudáveis, não é verdade?

----------------------------------------------------------------

E você? Quais são as 5 coisas que você mais ama? 


14 de fev de 2013

Lançamentos #51

Hey!

Esse provavelmente deverá ser o último - ou um dos últimos posts - de lançamentos nesse formato. Estou apenas esperando que a pessoa com quem eu quero mandar fazer o novo layout do blog volte a aceitar encomendas. Quando isso acontecer, mudarei bastante coisas no blog, principalmente a forma de postar algumas coisas, acrescentando também, novos assuntos e temas de postagens.

Enfim, por enquanto, confiram os novos lançamentos:


  • Editora Intrínseca:
No Escuro
Elizabeth Haynes

Sinopse: Catherine aproveitou a vida de solteira por tempo suficiente para reconhecer um excelente partido quando o encontra: lindo, carismático, espontâneo... Lee parece bom demais para ser verdade. Suas amigas concordam plenamente e, uma por uma, todas se deixam conquistar por ele. Com o tempo, porém, o homem louro de olhos azuis, que parece o sonho de qualquer mulher, revela-se extremamente controlador e faz com que Catherine se sinta isolada. Amedrontada pelo jeito cada vez mais estranho de Lee, Catherine tenta terminar o relacionamento, mas, ao pedir ajuda aos amigos, descobre que ninguém acredita nela. Sentindo-se no escuro, ela planeja meticulosamente como escapar dele. Quatro anos mais tarde, Lee está na prisão e Catherine, agora Cathy, tenta reconstruir a vida em outra cidade. Apesar de seu corpo estar curado, ela tornou-se uma pessoa bastante diferente. Obsessivo-compulsiva, vive com medo e insegura. Seu novo vizinho, Stuart Richardson, a incentiva a enfrentar seus temores. Com sua ajuda, Cathy começar a acreditar que ainda exista a chance de uma vida normal. Até que um telefonema inesperado muda tudo. Ousado e poderoso, convincente ao extremo em seu retrato da obsessão, No escuro é um thriller arrebatador.

A Torre Invisível
Nils Johnson Shelton

Sinopse: No mundo que conhecemos, onde vive o garoto Artie Kingfisher, magos chamados Merlin, dragões que soltam fogo e espadas mágicas existem apenas em lendas e contos de fadas. Isso, porém, muda completamente no dia em que ele começa a receber, na vida real, mensagens saídas de seu jogo de videogame favorito, chamado Outro Mundo.
Pistas misteriosas levam Artie até uma loja estranha, A Torre Invisível, onde ele descobre que é o sucessor do lendário rei Arthur, nascido no século XXI para terminar a missão que o outro não conseguiu levar adiante.
Carregando a célebre espada Excalibur e com sua irmã, Kay, ao seu lado, Artie embarca em uma jornada digna dos cavaleiros da Távola Redonda, em que precisará enfrentar dragões verdes, lobos famintos, poderosos feiticeiros e outros perigos inimagináveis.


  • Editora Novo Conceito:
O Livro do Amanhã
Cecelia Ahern

Sinopse: Nascida no luxo, Tamara Goodwin, de 16 anos, nunca precisou olhar para o amanhã, até que a morte abrupta de seu pai deixa a ela e a sua mãe uma montanha de dívidas e as obriga a se mudarem para a casa dos tios de Tamara, em um vilarejo no interior. Solitária e entediada, a única diversão de Tamara é uma biblioteca itinerante. E ali, ela encontra um livro muito misterioso. Tamara vê inscrições com sua própria letra e datadas para o dia seguinte. Quando tudo acontece exatamente como o livro previa, ela percebe que pode ter encontrado a solução para seus problemas. No entanto, Tamara descobre que é melhor não virar algumas páginas e que, apesar de muito tentar, não pode mudar o destino.


Lições de Vida
Anne Tyler

Sinopse: Maggie Moran e seu marido são comuns, até um pouco tediosos. E é esse realismo que torna esta história tão eficaz e comovente... Começa em um dia de verão, quando Maggie e Ira viajam de Baltimore para a Pensilvânia para um funeral. Maggie é impetuosa, desastrada, desajeitada, propensa a acidentes e tagarela. Ira é reservado, preciso, respeitável, tem uma mania irritante de assobiar músicas que traem seus pensamentos mais profundos e acha que sua esposa transforma os fatos de maneira que se encaixem na sua opinião sobre as pessoas que ama.
Ambos sentem que seus filhos são estranhos, que a cultura das novas gerações está indo por água abaixo e que, de alguma forma, se enganaram com essa sociedade cujos valores não reconhecem mais. Mas esta viagem vai levá-los a refletir sobre estas angústias, e vai mostrá-los como é importante reavaliar seus sentimentos.

Após a Tempestade
Karen White

Sinopse: Quando Julie tinha 12 anos, sua irmã mais nova desapareceu e nunca mais foi encontrada. Uma perda que corroeu os laços familiares e deixou sua mãe obcecada pela busca da irmã. Já adulta e com um prestigiado emprego, Julie conhece Monica, que a faz lembrar muito de sua irmã desaparecida há 17 anos. Elas se tornam melhores amigas, uma amizade que começa como um processo de cura para Julie. No entanto, uma fatalidade abate a amizade e Julie se vê responsável pelo filho de Monica. Ela decide levar o menino para Biloxi, Mississippi, para encontrar a família que ele não conhecera. A partir dessa viagem, Julie descobrirá segredos que estão ligados a sua família e seu passado...


As Violetas de Março
Sarah Jio

Sinopse: Emily Taylor é uma mulher jovem e escritora de sucesso, mas não gosta muito de seu próprio livro. Também tem um casamento que parece ideal, no entanto ele acabará em divórcio.Sentindo que sua vida perdeu o propósito, Emily decide fazer as malas e passar um tempo em Bainbridge — a ilha onde morou quando menina — para tentar se reorganizar.
Enquanto busca esquecer o ex-marido e, ao mesmo tempo, arrumar material para um novo — e mais verdadeiro — livro, um antigo colega de escola e o namorado proibido da adolescência tornam-se seus companheiros frequentes. Entretanto, o melhor parceiro de Emily será um diário da década de 1940, encontrado no fundo de uma gaveta.
Com o diário em mãos, Emily sentirá o estranhamento e a comoção causados pela leitura de uma biografia misteriosa que envolve antigos habitantes da ilha e que tem muito a ver com sua própria história.
Assim como as violetas que desabrocham fora de estação para mostrar que tudo é possível, a vida de Emily Taylor poderá tomar um rumo improvável e cheio de possibilidades.

  • Editora Rocco:
Frágil Eternidade
Melissa Marr

Spoiler Alert!

Sinopse: No terceiro volume da série Wicked Lovely, o amor e as disputas entre seres mágicos e mortais mais uma vez estão em cena. O jovem Seth, como qualquer apaixonado, quer ficar perto de sua amada Aislinn para sempre; mas muita coisa mudou na vida da menina desde que ela foi escolhida pelo sedutor Keenan, o Rei da Corte do Verão, para ser sua rainha. Dividida entre sua vida normal e um destino do qual parece ser incapaz de fugir, Aislinn precisará enfrentar desafios e tentações que jamais poderia imaginar em mais um emocionante capítulo deste arrebatador conto de fadas do século XXI.



  • Editora Arqueiro:
É Melhor Não Saber
Chevy Stevens

Sinopse: Sara Gallagher nunca sentiu que pertencesse de verdade à sua família de criação. Embora sua mãe seja amorosa e gentil e ela se dê bem com sua irmã Lauren, a relação com o pai e a irmã caçula, Melanie, sempre foi complicada. 
Às vésperas de se casar, Sara decide que está pronta para investigar o passado e descobrir suas origens. Mas a verdade é muito mais aterrorizante do que ela poderia imaginar. Sara é fruto de um estupro, filha do Assassino do Acampamento, um famoso serial killer. 
Toda a sua paz acaba quando essa história é divulgada na internet e o pai que ela anteriormente queria conhecer resolve entrar em sua vida de forma avassaladora. Eufórico com a descoberta de que tem uma filha, John vê nela sua única chance de redenção. E, para criar um vínculo com Sara, ele está disposto a tudo, até a voltar a matar. 
Ao mesmo tempo, a polícia acredita que essa é sua única chance de prender o assassino e resolve usá-la como isca. Então Sara se vê numa caçada alucinante, lutando para preservar sua vida e a de sua filha. 
É melhor não saber é um complexo retrato de uma mulher tentando entender suas origens. Uma história cheia de reviravoltas, na qual ninguém é completamente bom ou mau.

  • Editora Verus:
Filhos do Éden - Anjos da Morte
Eduardo Spohr

Spoiler Alert!

Sinopse: Quando o século XX raiou, o tecido da realidade, a barreira mística que separa os mundos físico e espiritual, adensou-se. Os novos meios de transporte, as ferrovias e os barcos a vapor levaram o progresso aos cantos mais distantes do globo, pervertendo os nódulos mágicos, apagando o poder dos velhos santuários, afastando os mortais da natureza divina. Isolados no Sexto Céu, incapazes de enxergar a terra justamente pelo agravamento do tecido, a casta dos malakins, cuja função é estudar e catalogar os movimentos do cosmo, solicitou ao arcanjo Miguel a criação de uma brigada que descesse à Haled para pesquisar os avanços da civilização. O príncipe ofereceu o serviço dos exilados, que há milênios atuavam na sociedade terrestre, alheios às batalhas que se desenrolavam no paraíso. Destacados, então, para servir sob as ordens dos malakins, esses exilados foram reorganizados sob a forma de um esquadrão de combate. Sua tarefa, a partir de agora, seria participar das guerras humanas, disfarçados de meros recrutas, para anotar as façanhas militares, as decisões de campanha, e depois relatá-las aos seus superiores celestes. Esse esquadrão tomou parte em todos os conflitos do século XX, das sangrentas praias da Normandia ao colapso da União Soviética. Embora muitos não desejassem matar, era exatamente isso o que lhes foi ordenado, e o que infelizmente acabaram fazendo. Em paralelo às aventuras de Denyel, que se desenrolam cronologicamente de 1944 a 1989, acompanhamos também, no tempo presente, a jornada de Kaira e Urakin em busca do amigo perdido, que caíra nas águas douradas do rio Oceanus, durante a destruição da ilha-fortaleza de Athea em Herdeiros de Atlântida.

  • Editora Leya:
Frio do Além
Charlaine Harris

Spoiler Alert!

Sinopse: No terceiro volume da série de mistérios de Harper Connelly, o maior caso da vida de Harper e Tolliver. Depois de ser atingida por um raio, Harper Connelly se tornou uma especialista em encontrar cadáveres. Desde que aprendeu a controlar seus novos instintos, ela e seu meio irmão, Tolliver, partem em busca de trabalhos para solucionar casos macabros em diversas cidades.
Desta vez, teria de lidar com algo inédito para ela: um assassino em série, que torturava e abusava de suas vítimas. Disposta a deixar a cidade o quanto antes, Harper é atacada por um estranho e se vê forçada a permanecer por mais alguns dias em Doraville. Mais envolvida do que gostaria nessa enigmática investigação, sua vida agora está em risco, e uma tempestade de neve se aproxima da cidade deixando as coisas bem mais complicadas e frias do que ela poderia imaginar.

  • Editora Agir:
Heaven
Alexandra Adornetto

Spoiler Alert!

Sinopse: Bethany, um anjo enviado à Terra, e seu namorado mortal, Xavier, foram para o inferno e voltaram. Mas agora seu amor será posto ao seu maior teste até agora, já que eles desafiam a lei Celeste e se casam. Eles não contam aos irmãos arcanjos de Beth, Gabriel e Ivy, mas os anjos saberão em breve, e a punição vem de uma forma aterradora: os Sete, que são desonestos anjos empenhados em manter Beth e Xavier distantes, destruindo Gabriel e Ivy, e escurecendo o poder angelical nos céus. A única maneira de Bethany e Xavier poderem fugir dos Sete é esconderem-se a céu aberto, e se misturar com os outros mortais da mesma idade. Gabriel e Ivy os põem na faculdade, onde eles não podem revelar seu relacionamento, e onde ainda há perigo em cada esquina. Será Bethany chamada de volta para o céu - para sempre - e capaz de deixar o amor de sua vida?


  • Editora Planeta:
A Melhor História Está Por Vir
María Dueñas

Sinopse: Após o fim de seu casamento a professora Blanca Perea aceita um emprego que sabe prometer alguns meses de tédio, mas uma mudança bem-vinda na sua vida, indo para a Universidade de Santa Cecilia na Califórnia para estudar o material deixado por um hispanista esquecido. Ali conhece Daniel Carter, um atraente colega americano que não ocupa o lugar que deveria. Entre os testemunhos do passado de sua pesquisa , e a cumplicidade crescente com Carter, Blanca se verá num emaranhado de sentimentos confusos, intrigas e assuntos pendentes. Da mesma autora de "O tempo entre costuras"





Wishlist #44

Hey!

Cá estou eu novamente para contar quais são os novos membros da interminável wishlist que não para de crescer um minuto.

Travessia
Ally Condie
Editora Suma de Letras
Resenha de Destino

Spoiler Alert!

Sinopse: Em busca de um futuro que pode não existir e tendo que decidir com quem compartilhá-lo, a jornada de Cassia às Províncias Exteriores em busca de Ky – levado pela Sociedade para uma morte certa –, mas descobre que ele escapou, deixando uma série de pistas pelo caminho. A busca de Cassia a leva a questionar o que é mais importante para ela, mesmo quando vislumbra um diferente tipo de vida além das fronteiras. Mas, à medida que Cassia tem certeza sobre o seu futuro com Ky, um convite para uma rebelião, uma inesperada traição e uma visita surpresa de Xander – que pode ter a chave para revolta e, ainda, para o coração de Cassia – mudam o jogo mais uma vez. Nada é como o esperado em relação à Sociedade, onde ilusão e traição fazem um caminho ainda mais confuso.

Depois da leitura de Destino, finalmente me lembrei de acrescentar o segundo livro da trilogia na minha lista de desejos, afinal eu preciso saber o que vai acontecer a seguir. *---*
Escola de Espiãs
Ally Carter
Editora Galera Record

Sinopse: Na Academia Gallagher, as meninas mais espertas do mundo aprendem técnicas secretas de espionagem com professores altamente treinados. Elas sabem se disfarçar, são fluentes em mais de 10 línguas e conseguem quebrar os códigos mais complexos. Cammie é filha da diretora e uma das alunas mais brilhantes do colégio. Mas, apesar de todos os seus conhecimentos e habilidades, ela logo vai aprender que existe algo mais perigoso do que ser uma espiã: se apaixonar.






Estava vagando pelo Skoob um dia desses e vi esse livro por lá. Quando vi a autora ele entrou automaticamente na wishlist, afinal, depois de ler Ladrões de Elite (resenha) é impossível não querer ler mais livros da Ally Carter. 
Por Isso a Gente Acabou
Daniel Handler
Editora Companhia das Letras

Sinopse: Por isso a gente acabou trata, com a comicidade típica do autor, de uma situação difícil pela qual todos um dia irão passar: o fim de uma relação amorosa e toda a angústia, tristeza e incerteza que essa vivência pode gerar. Min Green e Ed Slarteron estudam na mesma escola e, depois de apenas algumas semanas de convívio intenso e apaixonado, acabam o namoro. Depois de sofrer muito, Min resolve, como marco da ruptura definitiva, entregar ao garoto uma caixa repleta de objetos significativos para o casal junto com uma carta falando sobre cada um desses objetos e do episódio que ele representou, sempre acrescentando, ao final, uma nova razão para o rompimento. Essa carta é o texto de Por isso a gente acabou, que é, assim, carregado de um tom informal e tragicômico - características da personagem - e traduz com um misto de simplicidade e profundidade a história de uma separação. Imerso neste universo adolescente, o leitor conhecerá a divertida personalidade de Min, uma garota apaixonada por filmes cujo sonho é ser diretora de cinema, e as idas e vindas deste romance, desde o dia em que os dois conversaram pela primeira vez até o instante em que tudo acabou. A artista Maira Kalman, autora de diversas capas da revista The New Yorker, ilustrou cada um dos objetos da narrativa, trazendo cor e descontração a esta história dolorida.

Já vi tantas críticas positivas  sobre esse livro, mas ainda não tinha me interessado verdadeiramente por ele, até que vi uma foto da lombada dele e fiquei perdidamente apaixonada - sim, sou dessas. Agora preciso desesperadamente desse livro na minha "estante".

13 de fev de 2013

Resenha - Destino


Destino

Ally Condie



Editora: Suma de Letras
Ano de publicação: 2011
ISBN: 9788560280810
N° de páginas: 240
Tradutor: Lívia de Almeida
Comprar: Ricardo Eletro/Extra

Sinopse:
Cassia tem absoluta confiança nas escolhas da Sociedade. Ter o destino definido pelo sistema é um preço pequeno a se pagar por uma vida tranquila e saudável, um emprego seguro e a certeza da escolha do companheiro perfeito para se formar uma família. Ela acaba de completar 17 anos e seu grande dia chegou: o Banquete do Par, o jantar oficial no qual será anunciado o nome de seu companheiro. Quando surge numa tela o rosto de seu amigo mais querido, Xander - bonito, inteligente, atencioso, íntimo dela há tantos anos -, tudo parece bom demais para ser verdade.Quando a tela se apaga, volta a se acender por um instante, revelando um outro rosto, e se apaga de novo, o mundo de certezas absolutas que ela conhecia parece se desfazer debaixo de seus pés. Agora, Cassia vê a Sociedade com novos olhos e é tomada por um inédito desejo de escolher. Escolher entre Xander e o sensível Ky, entre a segurança e o risco, entre a perfeição e a paixão. Entre a ordem estabelecida e a promessa de um novo mundo.

Hoje, mais do que nunca, ao se pensar em romances distópicos, o primeiro livro que vem a mente é Jogos Vorazes (resenha), porém, além do triângulo amoroso e do mundo controlado por um governo autoritário, não existem mais semelhanças.

Esperava encontrar uma sociedade desigual, ou no mínimo, a família da personagem principal passando fome. Diferente disso, a Sociedade é bastante igualitária, - até demais - onde todos tem sua comida preparada pelo governo, seu trabalho, seu par e todo o resto  escolhidos pela Sociedade.

A Sociedade é algo seguro e confiável. Tudo que é preciso para se viver bem, é permitir-se ser controlado pelo Governo e pelos Funcionários. Assim, sua vida será feliz e plena, até os 80 anos que é quando você morre, independente das suas condições de saúde.

O Governo controla não só a vida dos cidadãos, mas também a cultura que está a sua volta. Quando a Sociedade foi implementada, foi convocado o Comitê dos Cem, que selecionaram cem de tudo que pode ser considerado cultura. Cem músicas, cem poemas, sem lições de história, cem livros e por aí vai. O resto, foi incinerado, descartado.

"Não entre docemente naquela boa noite,
A velhice deve arder e delirar ao fim do seu dia;
Revolte-se, revolte-se contra o apagar da luz.
[...]
Embora os sábios, ao morrer, saibam que a escuridão é o certo
Porque suas palavras não provocaram centelhas, eles
Não entram docemente naquela boa noite.
[...]
Penso sem parar, não entre docemente, não entre docemente, não entre docemente. Só quando estou quase no topo da colina é que a ficha cai: há uma razão para não terem guardado este poema.
Este poema diz que é preciso lutar."

Página 66.
A princípio, se tem a impressão de ser um lugar perfeito, longe das doenças, como câncer, daltonismo, gripe e o que mais você quiser, há muito erradicadas. Mas acontece que o Governo controla tudo, absolutamente tudo. Até que idade é possível ter filhos, com quem você deve se casar, onde você deve morar, tudo isso pensado para que as crianças nasçam e os cidadãos sejam o mais saudável possível.

"Eles nos controlam. Algumas pessoas sabem como plantar alimentos, algumas sabem como colhê-los. Algumas sabem processá-los. Outras, cozinhá-los. Mas ninguém sabe fazer tudo. Não sobreviveríamos sozinhos."
Página 194.

Cassia, a personagem principal é uma adolescente comum. Tudo que ela anseia no começo do livro é que seu Banquete do Par chegue logo. Ela quer saber quem será o homem com quem passará o resto da sua vida, terá filhos e será feliz. Quando o tão esperado dia chega, ela está nervosa, mas esse sentimento passa quando ela descobre que seu Par é também seu melhor amigo, Xander.

Após a revelação do Par, cada um dos adolescentes recebe um microcartão contendo todas as informação relevantes sobre o futuro amor da sua vida. Mas para Cassia e Xander é algo dispensável, afinal quem poderia conhecer melhor Xander do que sua melhor amiga? Mesmo assim, Cassia resolve descobrir o que foi colocado dentro dele. Eis então que ela é surpreendida pela imagem que aparece no lugar do rosto do seu melhor amigo. É nada mais, nada menos do que o rosto de Ky.

Ky faz parte do grupo de amigos de Cassia e Xander também, mas o que ela viu no microcartão estava errado, precisava estar errado. Xander foi anunciado no dia do Banquete, deveria ser a foto dele no cartão. E é aí que a Sociedade entra em ação, dizendo que tudo não passou de um erro. Mas não adianta, a semente da discórdia já foi plantada.

Cassia é uma personagem forte, porém marcada pela crescente dúvida entre o homem escolhido para ser seu Par e um homem completamente errado, que apareceu no seu microcartão por acaso - ou não. Ela começa o livro sendo apenas mais uma entre as muitas pessoas comandadas pelo Governo, mas com o passar do tempo ela evolui, ela passa a entender melhor o mundo que a cerca e a vida que leva dentro dos murros criados pela Sociedade.

Xander é o típico mocinho amigo de todos. Mas não é irritante, não mesmo. Ele consegue ser cativante e apaixonante nas primeiras páginas, quando ainda é só o amigo da Cassia. E passa a ser melhor ainda quando descobre quem deverá ser o amor de sua vida em um futuro próximo.

Já Ky me passa a impressão de que, se a Sociedade não fosse tão igualitária, seria o bad boy da história. Com seu jeito misterioso de ser, começou o livro sendo o personagem mais odiado, mas ao longo da leitura aprendi a gostar dele.

O final, como já é de se esperar, afinal Ally Condie escreveu uma trilogia, tem gancho perfeito para uma continuação, apesar de finalizar bem a história que deveria ser contada em Destino.

Não sou muito de comentar sobre as capas dos livros, mas preciso dizer que não poderia haver capa mais perfeita para Destino. Desde a cor do vestido da garota presa dentro da esfera, até a mensagem passada pela foto no geral. É com toda certeza, a capa ideal.

"Aperfeiçoaram a arte de nos dar só a liberdade suficiente. Suficiente para que, quando estamos a ponto de morder, nos ofereçam um ossinho e então rolemos, de barriga para cima, à vontade e saciados, como um cão que vi uma vez, ao visitar meus avós nos Campos. Tiveram décadas para aperfeiçoar isto: por que estou surpresa quando acontece comigo seguidas vezes?"
Página 163-164.